Zoológico de Tama, em Tóquio Tokyo relatou a morte do orangotango mais longa em cativeiro no mundo.

É Gipsy, nascido em ilhas de Bornéu e tinha 62 anos. Ele veio para o zoológico em 1958.

Através de um comunicado, eles exigem que o orangotango recebeu atenção médica desde agosto passado, ao apresentar sangramento. Sua saúde se deteriorou e morreu quarta-feira de insuficiência cardíaca.

Gipsy tinha quatro filhos que, por sua vez engendrou outros dezesseis anos.

OS DADOS
A média de vida de um orangotango é de 50 anos.

© Nippon Notícias

es

WordPress

COMPARTILHAR

Estamos trabalhando em um sistema para melhorar a qualidade do site e recompensar usuários ativos, verificando artigos, notícias e qualidade, Obrigado por melhorar Business Monkey News!

Se o item está errado, este mal traduzida ou falta de informação, você pode editá-lo, notifique um comentário (vamos corrigir) ou você pode Ver o artigo original aqui: (Artigo no idioma original)

As alterações serão atualizadas em 2 horas.

editar História